top of page
Buscar

Patentes, bioeconomia e a biodiversidade de Baccharis

Atualizado: 11 de dez. de 2023

Obra identifica patentes relacionadas ao gênero Baccharis em todo o mundo


Flores de Baccharis dracunculifolia (Foto: Geraldo W Fernandes)
Flores de Baccharis dracunculifolia (Foto: Geraldo W Fernandes)

O processo de investigação por novos produtos de importância industrial, farmacológica e agroquímica é a esperança para um futuro com novos medicamentos e soluções sustentáveis e acessíveis para diversos problemas atuais. Produtos de origem natural representam uma estratégia com maior grau de sucesso na descoberta de novos fármacos quando comparados a outras fontes, já que há maior diversidade química nas substâncias de origem natural.


Entre as famílias de plantas com maior número de espécies empregadas na medicina popular está a Asteraceae, na qual encontra-se o gênero Baccharis, com espécies como a carqueja (Baccharis trimera) e o alecrim-do-campo (B. dracunculifolia), importantes por suas aplicações como antioxidante, gastroprotetor, anti-inflamatório, antimicrobiano entre outras. Há vasta comprovação científica da importância que o gênero Baccharis representa para o homem.


Por isso, a obra "Análise da prospecção tecnológica por meio de revisão sistemática seguida de meta análise das patentes do gênero Baccharis", recentemente publicada ela Editora Atena, propõe identificar as patentes disponíveis em diversos bancos de internacionais de acesso gratuito para analisar a quantidade de documentos, as espécies de interesse, as grandes áreas de aplicação, os países que apresentam interesse pelo gênero em questão, a distribuição dos estados signatários, a classificação das empresas interessadas no desenvolvimento de produtos e processos, além da análise da classificação das patentes obtidas.

livro Baccharis
Capa do livro, publicado em dezembro de 2023.

O livro traz a oportunidade inédita de conhecer o estado de arte, áreas de aplicação e potenciais não explorados das patentes de Baccharis. Um dos gêneros vegetais oriundo exclusivamente do continente americano mais estudado cientificamente e patenteados (236 patentes). Esse gênero abriga mais de 440 espécies com aplicações e potenciais de uso em diversas áreas como agronomia, cosméticos, ecologia, farmacologia, engenharia, medicina, nutrição e veterinária, entre outros. Apesar de quase metade das espécies de Baccharis já terem sido estudadas cientificamente, apenas 10% das espécies conhecidas têm sido base para o desenvolvimento de patentes, indicando potenciais não explorados.


Geraldo W. Fernandes, coordenador do Centro de Conhecimento em Biodiversidade, é um dos autores do livro. Ele destaca a contribuição da obra para o setor de indústria e tecnologia:


Geraldo W. Fernandes

"O livro fornece um panorama do desenvolvimento tecnológico e inovação de Baccharis, imprescindível para conhecermos o potencial econômico a ela associado e ampliar abertura de novas oportunidades e aplicações."





Interesses em diferentes setores da indústria


Atualmente, o maior interesse nas patentes de Baccharis está na indústria de alimentos (base para fabricação de cervejas, iogurtes, queijo, complexo vitamínicos, barra de fibras alimentar, etc), cosméticos (cremes de regeneração celular, hidratação, shampoos voltados para redução de queda capilar, tinturas de cabelo com ativos para reduzir cabelos grisalhos, filtro solar, anti-transpirantes, perfumes entre outros) e farmacêutica (direcionada para tratamento de lesões; inflamações; problemas gástricos e neurológicos, como esclerose múltipla e dependência química; alergias; doenças de causa bacteriana; fúngica e viral; diabete; obesidade; leishmaniose; tumores; reumatismo; malária; melasmas; tratamento de sequelas do coronavírus, entre outros).


Ainda podem ser usadas para restauração de áreas degradadas, na redução de metais pesados do solo, no controle de pragas, no fornecimento de fibras para fabricação de sensores, na construção civil (telhado verde), na produção de embalagens com propriedades anti-microbianas e na nutrição e tratamento de doenças de animais domesticados (como cinomose canina, herpesvírus equino e bovino, entre outros).


O livro explora todos estes aspectos em rico detalhamento de todas as patentes que foram geradas por espécies de Baccharis nos mais diversos setores, com destaque para quatro espécies, que juntas compõem mais de 50% das patentes de Baccharis. Outro interessante tópico abordado, são as patentes de própolis verde, um tipo de própolis produzido por abelhas que usam resinas coletadas do alecrim-do-campo, e que está sendo mundialmente utilizado para tratar várias doenças.


Acesse e faça o download do livro gratuitamente:


Amancio et al. 2023
.pdf
Fazer download de PDF • 12.31MB





51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page